13 março 2013

Instalação de Split pode custar até 70% do preço do equipamento.

Falta de técnicos especializados gera fila para colocação de equipamento.



Reportagem extraída do site: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/economia/noticia/2013/01/custo-para-instalar-split-pode-chegar-a-70-do-preco-do-aparelho-4001878.html

Dormir num quarto sob o friozinho garantido por um split de ronco silencioso – a salvo do suor que empapa travesseiros e dos mosquitos zunindo junto às orelhas – pode exigir paciência e um pequeno susto na hora de pagar a conta da instalação. O custo para colocar o aparelho em funcionamento é de no mínimo 30%, podendo bater nos 70%, do preço final do split.



Motivo: o serviço é mesmo complicado e faltam técnicos especializados, o que encarece a mão de obra. Não faltariam splits nas lojas, ao menos por enquanto. No entanto, como são insuficientes em número, os instaladores se desdobram para atender os clientes.




Na tarde desta sexta-feira, ao ser procurado por ZH, Armando Dai-Pra, 51 anos, foi logo avisando que dispunha de poucos minutos para conversar ao telefone. Estava empoleirado na escada, instalando um aparelho. Contratado pela Frigelar, explicou a pressa:



– Não podemos deixar os clientes esperando.



O gerente comercial da Frigelar, José Augusto Guimarães Fernandes, confirma que há fila de espera. No verão, as vendas de split disparam em até 40%. Fernandes brinca que o calor – ainda mais aquele dos 40ºC do mês passado – "é o nosso melhor vendedor".



– As equipes que instalam estão sob pressão. O mercado do split cresceu rápido demais, não foi acompanhada pela formação de técnicos – esclarece Fernandes.



Surgiram até escolas para formar instaladores de split. O técnico em refrigeração Paulo Santos, o Paulinho, 48 anos, define-se como professor auxiliar de um curso com sede em Porto Alegre.



– Colocamos 60 alunos no mercado, claro que nem todos ficam – destaca Paulinho.



Os cursos duram 32 horas, com direito a diploma de especialista em split. Paulinho segue como instalador, mas se dá ao luxo de aceitar apenas os casos simples. Se o serviço incluir abertura de parede, tubulação embutida, mexidas na fiação elétrica e ficar pendurado em rapel, recusa. Sabe que a conta será alta, e o cliente irá estrilar.



– Se é demorado e complicado, não pego – desculpa-se.



Empresas tentam reforçar equipes



Mais de cem lojas da Capital vendem split, o qual representa 80% da preferência entre os aparelhos de refrigeração. Ao expor a situação comercial, o presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), Vilson Noer, ressalta que o split se mantém, há dois anos, como a "coqueluche" do verão.



– Caiu no gosto da população, principalmente nas classes de menor renda e pela facilidade da compra parcelada – diz Noer.



Com tanta procura, surgiu a fila de espera. Gerente de marketing da Tumelero, Carlos Rauber afirma que as vendas de split sobem 50% no verão. A loja indica instaladores credenciados aos clientes, mas a dificuldade de agendamento é inevitável.



Pesos diferentes no bolso

Ao comprar um split, saiba que a instalação poderá custar entre 30% e 70% do preço do aparelho. É um serviço especializado, por vezes complicado, que encareceu devido à insuficiência de técnicos. Confira:



Preços dos splits, em média (depende da marca e da sofisticação)

R$ 1 mil os de quarto ou peça pequena (9 mil BTUs)*.

R$ 2 mil os de 12 mil BTUs*.

Os aparelhos mais caros, decorativos e com inovações tecnológicas, custam acima de R$ 4 mil.

*Representam cerca de 90% das vendas.



Preços da instalação, em média

R$ 300 a R$ 350 para aparelho pequeno, com instalação simples (implica furos na parede).

R$ 600 a R$ 800 se a instalação for complicada (abrir canaleta, esconder tubulação na parede, ampliar a rede, mexer na fiação elétrica), exigindo a participação de pedreiro, pintor ou eletricista no serviço.

95% das instalações ficariam abaixo dos R$ 450.



O que entra no cálculo da instalação

60% do preço é da mão de obra. O restante é para a compra de material: tubulação, suportes, conexões.

A potência do equipamento (BTUs) influencia o preço. Quanto mais potente, maior será o diâmetro da tubulação a ser instalada.

Leva-se em conta o comprimento da tubulação (distância entre a unidade evaporadora e a unidade condensadora), pois maior será o gasto com materiais. O grau de dificuldade eleva os custos, como tubulação embutida, necessidade de andaime, rapel ou cadeirinha suspensa, e se envolve mão de obra de terceiros para abrir e recompor paredes e pinturas.


Reportagem extraída do site: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/economia/noticia/2013/01/custo-para-instalar-split-pode-chegar-a-70-do-preco-do-aparelho-4001878.html

E você o que acha sobre os preços e profissionais da área de instalação de Split? Deixe seu comentário.





0 comentários:

Postagens Populares

Menu



Celular

Chat OnLine

Envie-nos um Email

Deixe seu Email

"Curtir"

O que vale mais na compra de split?

Blogs Parceiros

Colmeia: O melhor dos blogs
Red&Black: Os Gadgets mais buscados da Internet
óculos

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

Onde Instalamos

Instalação Split Porto Alegre
Instalação Split Canoas
Instalação Split Cachoeirinha
Instalação Split Esteio